Leitura recomendada

Boys Over Flowers

23/04/2014

Finalmente vou falar de Boys Over Flowers ou Boys Before Flowers! Esse foi o primeiro kdrama que vi e por isso que apesar de vários pesares possuo um carinho especial por ele. Para você entender melhor por que muita gente gosta desse dorama: ele foi inspirado num mangá publicado em 1992 que é considerado até hoje um dos mangás shoujo (para meninas) mais vendidos no Japão. Em 1996 o mangá virou anime e posteriormente um curta metragem e depois doramas. Exato! A novela coreana só foi mais uma das versões de Hana Yori Dango: teve a versão japonesa, constituída de duas temporadas e um longa metragem, a versão chinesa e a versão taiwanesa. A história é tão linda que em todos esses países os doramas fizeram sucesso!


Embora muita gente prefira a versão japonesa, a versão coreana se destaca pela produção maravilhosa, excelente trilha sonora e atores marcantes. Particularmente prefiro o segundo ano do jdrama Hana Yori Dango, que para mim teve um desenvolvimento melhor da história. Só que BBF não desaponta e consegue agradar muito! Por isso até hoje, mesmo após cinco anos de seu encerramento, é o dorama preferido de muitas garotas.

Sente só o clima do dorama.

E do que se trata Boys Over Flowers para tanta gente assim gostar? Bom, a história se passa em torno de uma garota pobre que consegue entrar numa escola da elite e lá descobre que alunos são escolhidos para sofrer bullying. Quem faz a escolha são os lindos e terríveis garotos do F4 (Flower Four, porque lá se compara garotos lindos com belas flores), os 4 rapazes mais ricos da escola e provavelmente os jovens mais ricos do país. O líder é o pior de todos: infantil, brigão e arrogante, quer resolver tudo na base da violência e humilhação.


A garota consegue sobreviver por algum tempo na escola sem ser importunada, mas como não aceita nada calada, quando é humilhada pelo jovem líder do F4 logo revida com igual violência. O rapaz assusta, pois nunca ninguém, ainda mais uma garota, havia feito isso antes. Com raiva ele tenta se vingar, porém aos poucos se apaixona pelo menina valente. O problema é que a garota gosta de um outro membro do F4, um rapaz bem diferente do líder: simpático, calado e inteligente, sempre ajuda ela quando precisa. E então começa toda a bela história de amor, brigas e decepções desses jovens.

Na versão coreana o líder do F4 se chama Gu Jun Pyo (nunca se esquecerá desse nome quando assistir o dorama!), interpretado pelo queridinho da Coréia do Sul, Lee Min Ho (*o*). A garota se chama Geum Jan Di, interpretada pela linda e extremamente fofa Ku Hye Sun (*-*). O outro garoto que a Jan Di gosta é o Ji Hoo, interpretado pelo Kim Hyun Joong, ex-líder da boyband SS501. Os outros dois membros do F4 são o garoto do sorriso lindo Yi Jung (Kim Bum, outro queridinho da Coréia) e Woo Bin (Kim Joon).

 Da esquerda para direita: Woo Bin,  Jun Pyo, Jan Di, Ji Hoo e Yi Jung (ou Lee Jeong).

Abaixo irei separar os prós e os contras do dorama, para que a postagem não fique demasiadamente enorme!

PRÓS

- Elenco bonito e carismático. Todos com sorrisos, peles e cabelos maravilhosos, expressões divertidas e muito simpáticos. É difícil não gostar muito de pelo menos um dos atores;

- Ótimas atuações. Não de todos, mas da maioria;

- História romântica e cativante. Muito difícil não querer ver até o final;

- Fotografia linda e cenários belíssimos!;

- Figurino lindo, embora algumas roupas do Jun Pyo sejam extremamente bregas -.-; 

- Trilha sonora excelente! Até hoje o único dorama que apreciei praticamente toda a trilha sonora. É só você ouvir qualquer música tocada no dorama que te fará lembrar imediatamente de determinadas cenas marcantes;

- Casal possui excelente química e os vilões são ótimos;

- Apesar da enrolação, o final é lindo! Gostei tanto do final dessa versão, quanto o da versão japonesa.

CONTRAS

- Muita enrolação. Poderia ter 5 capítulos a menos;

- Cenas sem explicações e muitas sem sentido algum, servindo apenas para enrolar mais ainda;

- Geum Jan Di deveria ser mais forte, como é na versão japonesa. No entanto ela briga pouquíssimas vezes e basicamente deixa todo mundo pisar nela. Fora que a atriz é linda, mas o cabelo de cuia foi uma péssima escolha e até metade da novela ela grita demais, chegando a irritar pra caramba! Não é só porque a personagem é pobre que tem que ter o cabelo feio e ser gritalhona... ;

- Clichês de novelas mexicanas que não me agradaram, como perda de memória, sequestros, armações e afins;

- Jun Pyo não lutou tanto pela Jan Di como o Tsukasa lutou pela Makino na versão japonesa. Na verdade o Jun Pyo vira um gatinho filhote perto da megera da mãe dele. O personagem podia ser de fato mais forte, mais teimoso e não apenas um menino que tem medo de lutar pelo que quer...

Sim, Boys Before Flowers é um dorama voltado para o público feminino jovem. Tem romance, drama, situações fofinhas, rapazes lindos, roupas maravilhosas e tal. Mas não significa que garotos e pessoas mais velhas não possam assistir. É o que digo: se você gosta de romance, comédias românticas, produções que não apelam para atrair audiência, enfim, se você gosta de histórias puramente românticas, belas, divertidas e tranquilas, doramas estão mais do que recomendados para você. BBF tem seus baixos sim, mas é um dorama maravilhoso que certamente marcará de forma positiva quem assistir.

Nota (0-10): 9,5

ABERTURA

Almost paradiiiiiise! =P

CLIPE FEITO POR FÃ

Maldito cisco nos olhos...

OST COMPLETA

*-*

Boys Over Flowers (Kkotboda Namja) foi exibido de 5 Janeiro de 2009 a 31 de Março de 2009 na Coréia do Sul, ganhou diversos prêmios e foi sucesso absoluto no país naquele ano. Para uma resenha completa do dorama recomendo o ótimo blog Divaneando (que aliás foi de onde tirei os gifs aqui postados xP). Recomendo o AsianWiki caso queira saber mais detalhes técnicos de doramas e filmes orientais. Ah, e o Netflix anda disponibilizando muitos doramas! BBF é um deles! *---*
 

PS: E sim, escrevi essa postagem ao som da trilha sonora do dorama. Muito, muito inspirador. *-*

Oblivion

19/04/2014

Título no Brasil: Oblivion
Título Original: Oblivion
Ano de Lançamento: 2013
Gênero: Ação / Ficção
País de Origem: EUA
Duração: 124 minutos
Direção: Joseph Kosinski
Estreia no Brasil: 12/04/2013
Estúdio/Distrib.: Universal Pictures
Idade Indicativa: 10 anos

Elenco: Tom Cruise (Jack Harper), Morgan Freeman (Malcom Beech), Olga Kurylenko (Julia Rusakova), Andrea Riseborough (Victoria/Vika), Nikolaj Coster-Waldau (Sykes), Melissa Leo (Sally), Zoë Bell (Kara).

Sinopse

2077. Jack Harper (Tom Cruise) é o responsável pela manutenção de equipamentos de segurança em um planeta Terra irreconhecível, visto que a superfície foi destruída devido a confrontos com uma raça alienígena. O que restou da humanidade vive hoje em uma colônia lunar. Jack irá para este local daqui a duas semanas, já que está perto de terminar seu trabalho na Terra. Só que, um dia, ele encontra uma espaçonave que traz uma mulher dentro. Ao conhecê-la, tudo o que Jack sabe até então é posto em dúvida. É o início de uma jornada onde ele precisará descobrir o que realmente aconteceu no passado.

Vai Lendo!

Novo dorama: Angel Eyes!

13/04/2014

Como boa fã da Ku Hye Sun e do Lee Min Ho, sempre fico atenta para se um novo dorama com um dos dois surgir. Do Min Ho já assisti BBF, City Hunter, Personal Taste e The Heirs. O próximo da minha lista é o kdrama Faith, também estrelado pelo Min Ho. Já a Hye Sun, depois de BBF não consegui achar qualquer outro dorama que ela fez que atraísse minha atenção. Não tive paciência para The Musical e nem Absolute Boyfriend. Pretendo ver Take Care of Us, Captain, mas não me atraiu muito. Então fiquei sabendo do Angel Eyes e só pelas fotos já tinha ficado doida para assistir. Só que acabei esquecendo! Então semana passada lembrei dele novamente e para minha surpresa ele acabou de ser lançado, já tem 3 episódios! Claro, já vi todos.


Olha, para os que gostam de doramas com uma excelente trilha sonora, excelentes atuações, uma história incrível, extremamente romântica, porém ao mesmo tempo com muita ação e surpresas, comece logo a ver Angel Eyes! Promete ser um dos melhores e talvez até o melhor kdrama de 2014! Te surpreende, te entristece e te encanta. Vi poucos doramas assim. E Angel Eyes por enquanto é o único que me fez apaixonar logo de cara por tudo!


No kdrama também estão Kang Ha Neul (The Heirs), Kim Ji Suk (Personal Taste *-*) e Seungri, um dos queridinhos da famosíssima banda k-pop Big Bang!


Como o dorama é muito recente, ainda é um pouco difícil de encontrar para baixa-lo em português com boa resolução. Mas no site Viki você pode assistir Angel Eyes online e o mais legal é que os episódios são lançados rapidamente e a galera legenda em português em poucas horas! Lembrando que na Coréia, o dorama é exibido todos os sábados e domingos de noite, então apenas sábado e domingo que tem novos episódios, ok? Também não conheço o Viki tão bem, portanto fica por sua conta e responsabilidade acessá-lo ou não.  


Sinopse: O dorama conta a história de dois jovens que se amam e são separados pelo destino. Na juventude, Dong Joo conhece uma garota cega chamada Soo Wan. Ambos se apaixonam e começam a namorar. Mas por conta de eventos inesperados, eles acabam se separando e reencontram-se apenas 12 anos depois, ele agora um médico e ela uma bombeira.


Sério, qualquer preconceito que você tenha por coreanos, japoneses, chineses e afins, pare agora com essa besteira! Não precisa ser esse dorama em especial, mas se você gosta de novelas e tá cansado das baixarias e falta de criatividade das produções nacionais, recomendo muito que você comece a ver um dorama. Direto coloco críticas de doramas aqui no blog, veja qual história de atrai mais, pare de preconceito e assista. Não vai se arrepender!


E claro, quando acabar sem dúvidas farei uma crítica sobre ele aqui no blog! xD

Bates Motel: Norman Bates um psicopata?

12/04/2014

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS SOBRE O FILME E A SÉRIE

Uns tempos atrás andei divagando sobre o filme Psicose por causa da série Bates Motel. Todo mundo diz que Norman Bates é um psicopata, sem ao menos entenderem o sentido real do termo. Será que por ele ter matado uma pessoa isso já o torna um psicopata?  Todo bandido é psicopata? Toda pessoa que matou uma outra pessoa é psicopata? Todo psicopata é um serial killer? O que afinal você compreende por psicopatia? 

No site Filmow fiz um comentário breve sobre o assunto e colocarei aqui para vocês entenderem:

Só uma coisa: vejo em propagandas de TV e o povo que assiste a série dizendo que o Norman é psicopata ou um maníaco bundão. Ao menos, tanto nessa primeira temporada quanto no filme Psicose, Norman é um psicótico e não um psicopata.

Digo isso pq o Norman da série mata sem ter noção de que matou. Ele mata num surto psicótico. Já no filme mesmo tendo "consciência" é bem claro que ele é uma pessoa com problemas. Ele não mata pq gosta, mas sim por causa da sua relação esquisita com a mãe... Tanto que ele acha que é a própria mãe e a mãe que mata as pessoas (e não ele).

Psicopatas fazem coisas ruins pq querem fazer. E tem plena consciência de tudo o que fazem! E não há motivo para o que fazem. Nós, não sociopatas, sempre tentamos achar algum motivo por trás da "maldade", quando na maioria das vezes, não há motivo algum. Um psicopata não precisa de motivos para fazer algo ruim. Ele pode fazer, ele quer fazer, ele faz. Simples assim.

Posso estar errada na minha teoria (já que tudo que eu acho na internet é gente dizendo que o Norman é psicopata). No entanto, por tudo que já estudei, Norman é claramente um psicótico e por isso não é frio e calculista como um psicopata. E por isso o povo chama ele de bundão. Ele não é igual o Dexter minha gente! Dexter é um psicopata, Norman um psicótico. Psicose é a perda de noção da realidade. Psicopatia é um transtorno de personalidade dissocial (tbm chamado de sociopatia, embora alguns autores diferenciem socio de psicopatia e outros consideram que ambos são a mesma coisa).
Portanto, pelo menos no filme e na primeira temporada da série (excluo aqui o livro do qual o filme e a série se inspiraram e a segunda temporada da série), Norman Bates não apresenta comportamento de um psicopata, mas sim de um psicótico. Se ele matasse todas as suas vítimas porque simplesmente quis e depois não sentisse qualquer culpa por isso, provavelmente ele seria um psicopata. Mas o garoto mata sem nem ter noção de que foi ele que matou e sem nem planejar direito!

É importante tomarmos cuidado com os termos que utilizamos e importante também conhecermos um pouco mais sobre o assunto, em especial para não julgarmos uma pessoa precipitadamente. Nem todos os psicóticos vivem 100% do seu tempo fora da realidade. Na verdade tem muito psicótico aí que trabalha, que são grandes artistas e tal. E também nem todo sociopata é serial killer. Tem gente aí que nem desconfiamos, que nunca matou ninguém e aparentemente nunca fez mal para uma mosca, mas possui um certo grau de sociopatia.

E aí, o que você pensa sobre o assunto? 

PS: A própria palavra psicose remete a "perda de contato com a realidade", à pessoa psicótica e não ao psicopata.

Heartstrings

06/04/2014

Dúvida cruel sobre qual dorama escrever primeiro! Quando você assiste um dorama, é quase impossível parar de ver. E você vai querer mais e mais doramas. Nos últimos meses terminei de ver uns cinco. E já estou terminando mais um e já planejando qual será o próximo que irei acompanhar. É ruim demais ficar sem dorama. Comecei com essa adoração em 2007, após ver o jdrama Ichi Rittoru no Namida e desde então não parei. Em 2011 vi meu primeiro kdrama (Boys Over Flowers), aí sim ferrou tudo. Agora não fico sem kdramas! Ao longo dessa semana pretendo publicar sobre outros doramas e só decidi começar por esse pois sou apaixonada pela trilha sonora dele. 


Se você já viu muitos kdramas, certamente Heartstrings/You've Fallen for Me não fará você cair de amores e querer chorar quando ver que está chegando ao final. Ele não é lá aquele kdrama encantador ao extremo, mas é muito fofo, divertido e romântico. Gostei muito mais dele do que do fraquinho  Flower Boy Ramyun por exemplo ou do chatíssimo e inexplicavelmente adorado Secret Garden.

O elenco é extremamente adorável e carismático. Com os queridinhos Park Shin HyeJung Yong Hwa Kang Min Hyuk é impossível não simpatizar e torcer pelos personagens. O legal também é que o foco não fica apenas no casal protagonista. Há por exemplo o romance do diretor Kim Suk Hyun (o lindo Song Chang-Eui) com a coreógrafa e bailarina Jung Yun Soo (a linda da So E-Hyun) que foi desenvolvido de maneira bem feita e atrativa. Quase não tem casal chato, história enjoativa e coisas assim.


A história se passa numa faculdade de música, onde há turmas de alunos que aprendem as músicas tradicionais coreanas e aqueles que aprendem o estilo ocidental/moderno. E claro, há disputa entre eles para mostrar qual estilo é definitivamente o melhor. O problema é que Lee Kyu Won (Park Shin Hye), que toca música tradicional e tem um avô bem severo em relação a isso (o véinho ODEIA música moderna), acaba se apaixonando pelo metido Lee Shin, um rapaz que toca música moderna e inclusive tem uma banda de rock chamada The Stupid. E para piorar mais ainda a situação, Lee Shin não está nem aí para Kyu Won, pois ele é apaixonado pela professora de dança Jung Yun Soo. Só que Yun Soo não quer saber dele porque é novo demais e ela ainda tem um bad romance romance mal resolvido com o diretor Suk Hyun. Ufa! Você notou qual é a graça disso tudo: ver esse povo ficando logo junto e pararem de sofrer!

No meio disso tem muitas cenas engraçadas entre Kyu Wun e Lee Shin, muitas cenas tristes também e claro, muita música! Recomendo este dorama caso você goste muito de música e também gosta de romances divertidos. Apesar de não ser tão, tão grande coisa assim, me apaixonei por Heartstrings.


A música tema, que se chama You've Fallen For Me (Neon Naege Banhaesseo/넌 내게 반했어) cantada pelo lindinho do Jung Yong Hwa, é deliciosa! Sério, escuto várias vezes por dia. Confira no vídeo essa música com cenas do dorama e um trecho da fofinha música que estou aprendendo a cantar com muita dificuldade The Day We Fall In Love (사랑하게 되는 날), cantada pela Park Shin Hye. Isso mesmo, as músicas tocadas no dorama foram cantadas pelos próprios atores. 

Isso porque os atores realmente cantam. Jung Yong Hwa e Kang Min Hyuk são integrantes da ótima banda de pop rock CN Blue. Na novela, ambos também tocam na mesma banda. Eles não são só queridos por serem fofinhos e ótimos atores, mas também porque cantam muito bem. Confira aí uma música do CN Blue:

*-*

Mais alguma imagens

 Oppaaa! *-*

Lindinha da Shin Hye com o gayageum (intrumento tradicional coreano)

Da esquerda para direita (personagens): Lee Shin, a professora, Kyu Won e o diretor provando que os coreanos são mais lindos que eu e você.

Han Hee-Joo, a única coisa que estraga o dorama. Que raiva dessa menina!

Clique na imagem para aumentar. Esse é o Kang Min Hyuk, que no dorama interpreta o Yeo Joon-Hee, uma versão mais tranquila e lesada do Kero-chan (Sakura Card Captors). Completamente diferente do seu papel em The Heirs.

Ao mesmo tempo que não gostei de algumas coisas nesse dorama, amei outras. O final também é muito lindinho. Dorameiros e fãs de música, compensa muito ver Heartstrings! 

Nota (0-10): 8,7

Abertura


Instrumental (que a banda ensaia na novela)

Ouça, é muito bom.

Because I Miss You


Heartstrings foi ao ar de Junho a Agosto de 2011 na Coréia do Sul e tem ao todo 15 episódios.

Tchau! :B

The Evil Within: Trailer e Gameplay

03/04/2014

Uns tempos atrás vi no Bloody Disgusting trailers e gameplays dos jogos de terror mais aguardados para 2014. Tem muito jogo bacana! Mas o que mais me impressionou foi um tal de The Evil Within, conhecido no Japão pelo nome Psychobreak (サイコブレイク, Saikobureiku). Se trata de um jogo de survival horror extremamente macabro e que atualmente se encontra em produção pelo estúdio japonês Tango Gameworks e realizado por Shinji Mikami. The Evil Within será lançado em Agosto de 2014 pela, nem um pouco badass, Bethesda Softworks para Microsoft Windows, PlayStation 3, PlayStation 4, Xbox 360 e Xbox One.


Juro que sonhei com o gameplay! O interessante do terror é que dá para fazer uma combinação perfeita. Um filme ou jogo sobre espíritos, se bem feito, dá muito medo. Que o diga Fatal Frame e Shutter (Espíritos - A Morte Esta ao Seu Lado). Quando é só macabro sem exagerar demais, fica medonho, porém não muito assustador. Como exemplos disso temos Dead Space e The Evil Dead (2013). Agora, se misturar o macabro e o sobrenatural na medida certa, a coisa fica feia! Um clássico exemplo dessa combinação é a série Silent Hill que possui toda uma questão sobrenatural e um terror psicológico bem definido perfeitamente combinados com um cenário macabro e grotesco. É perturbador num nível extremo. E pelo que vi do gameplay desse The Evil Within, o game tem uma enorme chance de ser ainda mais tenso que Silent Hill, já que ficou parecendo que conseguiu casar o macabro e o sobrenatural de forma praticamente perfeita. Confira:

Uma mistura do Brasil com Egito de O Massacre da Serra Elétrica, com A Morte do Demônio, A Reencarnação da Vingança, talvez um pouco de The Thing e mais uma porrada de coisas assustadoramente bizarras O.O

Só o gameplay já te deixou intrigado, não é? Parece ser muito bom e vamos torcer para que assim seja! Você teria coragem de jogar sozinho de madrugada totalmente no escuro? Eu não teria. Nem de dia, rodeada de pessoas u.u Confira agora o live action trailer que também ficou de arrepiar:


E aí, vai encarar? O que você espera desse jogo? Comente nessa postagem nos contando o que achou do gameplay e trailer e quais suas expectativas para The Evil Within. xD

Site oficial do jogo: http://theevilwithin.com/


Leitura: A Zona Morta (The Dead Zone)

01/04/2014

Título: A Zona Morta (The Dead Zone)
Autor: Stephen King
Ano de publicação: 1979
Gênero: Ficção Científica / Romance / Suspense

Edição Normal (capa ao lado)

Edição: 1
Editora: Objetiva
ISBN: 9788573028829
Ano: 2007
Páginas: 492
Tradutor: Mario Molina

Edição de Bolso

Edição: 1
Editora: Ponto de Leitura
ISBN: 9788573029895
Ano: 2009
Páginas: 611
Tradutor: Mario Molina

Sinopse

Johnny Smith é um simplório professor secundário, acorda de um coma de cinco anos aparentemente sem sequelas, a não ser por uma área de seu cérebro danificada, que o impede de reconhecer certos objetos. Os médicos dão a essa área o nome de zona morta.

Mas a zona morta abriga muito mais do que memórias esquecidas. Por conta dela, Johnny desenvolve o poder de prever o futuro. Isso também é sua condenação - nela cresce um tumor que rapidamente suga suas energias.

Após conhecer Greg Stillson, um inescrupuloso candidato a deputado, Johnny tem terríveis visões do político como presidente dos Estados Unidos e o país mergulhando numa guerra nuclear. Perturbado, ele terá que enfrentar o difícil dilema: sofrer em silêncio, sabendo das tragédias que virão, ou matar Stillson, numa desesperada tentativa de impedir a catástrofe prenunciada. 

Vai Lendo!

Games na vida real - 5 Ótimos vídeos baseados em jogos!

23/03/2014

Vamos aí, tentar voltar aos pouquinhos para o Vai Assistindo! to cheia de ideias, mas vou postando bem aos poucos por enquanto. E também tem mais novidades para o blog, só estou planejando direito como fazer.


Enquanto isso, deixo hoje para vocês esse Top 5 bem divertido! Você certamente já viu pelo menos um destes vídeos super bacanas! Impossível não rir ou se impressionar com o talento e criatividade da galera. Divirta-se!

1. Assassin's Creed Parkour


Esse cara é incrível!

2. Real Life Goldeneye 64


Quem jogou 007 Goldeneye e nunca deu um tiro "sem querer" na Natalya? 

3. Um dia na vida do comerciante do Resident Evil 4


Impossível não rir com esse. Se você já jogou RE4, certamente já imitou o tiozinho que vendia as paradas.

4. Tetris... na vida real?


WTF? shaushaushau Faz favor, veja outros vídeos do canal desses caras. Clique aqui

5. College Saga (nos Final Fantasy da vida) 


É antigo pra caramba, mas muito, MUITO bom! Se você é fã dos primeiros FF (em especial o VII) e nunca assistiu College Saga, pasme. Confira também o episódio 2, episódio 3 e episódio 4 em HD (para mim, o 1º e o 2º foram os melhores).  

Bônus

Épico. 

Caso conheça outros vídeos legais no estilo desses, deixa aí nos comentários!
Este último vídeo, mais o do RE4 e Tetris são da série Mega64. Saiba mais clicando aqui.
Gostou da postagem? Compartilhe com seus amigos! Bom domingo para todos! xD

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2014. ­Vai Assistindo! - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Inspired by Sportapolis Shape5.com
Proudly powered by Blogger